loading

Energia Solar

O que é e como funciona a Energia Solar Fotovoltaica?

esquematizacao.png

A Energia Solar Fotovoltaica, é a captação da energia produzida pelo sol, através de seus
raios (RADIAÇÃO) que são captados pelas placas solares gerando a energia que é transportada para um inversor
solar, responsável por converter em energia compatível com a Rede Elétrica Essa energia ocorre por meio
do EFEITO FOTOVOLTAICO.

LUZ.png
1 - SOL

O sol tem a função natural de produzir os raios que geram calor e claridade. Esses raios são
direcionados para os painéis (Placas Solares)

sol.jpeg
Painel-Solar-Fotovoltaico-O-gerador-de-e
2 - PAINÉIS SOLARES

As Placas ou painéis solares, são instaladas em bases de solo ou nos telhados das casas ou
prédios, e tem a função de captar esses raios e direcioná-los ao Inversor Solar

3 - INVERSOR SOLAR

O Inversos Solar tem a função de receber essa energia captada pelas Placas Solares e
transformá-la em energia compatível com a Rede Elétrica da Concessionária e distribuí-la para o Quadro de
Energia do imóvel

growatt.jfif
Quadro_Distribuição.jpg
4 - QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO

O Quadro de Distribuição recebe a energia já transformada e alimenta o imóvel durante o dia.
O excedente, é enviado para Rede Elétrica para ser usada durante a noite.

5 - REDE ELÉTRICA

A Rede Elétrica da Concessionária recebe esse excedente de energia e credita na conta do
cliente para compensar o consumo que terá durante a noite

rede eletrica.jpg
O Recurso Solar

O Sol é uma Fonte Natural de Luz e Calor. Ele é imprescindível para a existência de vida na
Terra. Além da terra, outros planetas recebem os Raios Solares, através das ondas eletromagnéticas, que nós
chamamos Irradiação Solar. Essa irradiação denota uma abrangente variação de comprimentos de suas ondas e
intensidades. Elas são classificadas como: Radiação visível (Ultravioleta) e Radiação visível próximo
(Infravermelho próximo). A Radiação Terrestre é a radiação infravermelha emitida da atmosfera terrestre. As
diferentes regiões dessas radiações são descritas pelas suas faixas de comprimento de onda dentro da ampla
faixa de 0,20 a 100,00 μm.

2000px-European-union-renewables-fr.svg.

Os países da União Europeia, são atualmente os líderes mundiais no desenvolvimento e na aplicação
das Energias renováveis.

Promover a utilização de fontes de energias renováveis é importante, tanto para a redução da
dependência da UE das importações energéticas estrangeiras, bem como no cumprimento de metas fixadas pelo Protocolo de
Quioto
 para reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2) e combater o Aquecimento Global.

SolarGIS-Solar-map-Brazil-en.png

No Mundo, cerca de 142 GW de Energia Solar Deverão Ser Instalados só em 2020

Segundo a empresa de inteligência de negócios IHS Markit, em seu relatório “Previsão da
demanda fotovoltaica global para 2020”, estima novos 142 Gigawatts (GW) de energia solar este ano. O volume
representa um crescimento de 14% em relação a capacidade instalada em 2019 e uma grande evolução frente ao
começo da década passada, quando eram 20 GW instalados.

De acordo com as previsões da IHS, 43 países deverão atingir capacidades instaladas acima do 1
GW este ano. Em 2010 eram apenas 7.

Umas das mais expressivas fontes de energia renovável no Brasil, a solar fotovoltaica
registra capacidade instalada de 4,4 GW no país hoje, entre geração centralizada e distribuída.

A China, o maior mercado fotovoltaico do mundo, deverá novamente liderar a expansão da energia
solar em 2020, mas não conseguirá superar o crescimento histórico de 50 GW de 2017.

Principais Mudanças na Legislação

Esta Resolução foi assinada em novembro de 2015 e incentivou bastante a entrada neste setor.
Alterando alguns pontos da resolução 482 como por exemplo:

  1. Microgeração passou a ser de até 75 kW, dentro da cogeração qualificada, conectada à rede.

  2. Minigeração passou de 75 kW para 5 MW.

Empreendimento com múltiplas unidades consumidoras: Condomínios por exemplo, que gerem energia
e dividam entre os seus condôminos. Desde que 6 estejam localizadas dentro de uma mesma propriedade ou que
sejam contíguas.

Geração compartilhada: Por meio de consórcio ou cooperativa, compostas por pessoa física ou
jurídica, gerando energia em local diferente do local de consumo.

Autoconsumo Remoto: Caracterizado por unidades que estejam no mesmo CPF ou no mesmo CNPJ,
podendo gerar energia em um ponto e consumir em outro.